Plante a sua horta

05:34 Posted by: Denise Helena 0 comments

Ervas como salsinha, manjericão e cebolinha podem ser cultivadas em casa. A comida fica saborosa e você ainda economiza!Lugar ideal para o plantio

. Você pode montar sua horta em vários vasos de mesmo tamanho, um para cada tempero, ou num local maior, como uma caixa de madeira plana - nesse caso, coloque todas as ervas juntas.

. A forma de plantar será a mesma nos dois casos, mas lembre-se: se colocar as plantas em vasos, fure o fundo deles para que a água escoe. Se optar pela caixa, instale rodinhas nela para facilitar sua locomoção, por exemplo, na hora de colocá-la ao sol ou quando regá-la.

. E, claro, monte a pequena plantação em um lugar ventilado.

Como montar a sua horta

. Compre mudas prontas para serem cultivadas e são vendidas em floriculturas e em casas de jardinagem.

. Ponha uma camada de cascalho, ou de pedrinhas, na parte inferior do vaso ou da caixa de madeira e isso permitirá a correta drenagem da água. }

. Coloque terra misturada a adubo orgânico ate até a metade do recipiente. Você pode comprar adubo na forma de substrato, de húmus de minhoca ou fazer mistura de cascas secas de frutas.

. Espalhe areia fina e cubra com mais terra adubada.

. Cave um buraquinho e coloque a muda dentro.

. Cubra o buraco com a terra do recipiente.

. Espalhe cascalho por cima.

Cuidados essenciais

. Sol: de acordo com a agrônoma e paisagista Rosalba Matta Machado, de Brasília (DF), as plantas devem receber ao menos cinco horas diárias de sol e permanecer sempre em local ventilado.

. Regas: devem ser feitas todos os dias. E não encharque nem deixe a terra muito seca”, indica a especialista.

. Colheita: não arranque as folhas. Corte os galhos com tesoura para que brotem de novo.

. Adubo: a cada 40 dias, ponha terra adubada no vaso ou na caixa.

Aprenda truques valiosos para proteger e prolongar a vida da sua horta
Os temperos ganham um sabor especial quando é você quem os cultiva


Para viverem mais

Regue sua horta sempre com água na temperatura ambiente. As plantas não suportam água fria!

Xô, pragas!

E se notar algo diferente na aparência da erva, limpe-a, delicadamente, com pano embebido em água e álcool, diz Rosalba.

Ervas sempre à mão

Se a produção cresceu demais, aprenda a desidratar as ervas (alecrim, hortelã, estragão, salsa...) para que durem bastante:

. Lave a planta, ainda presa à terra. No dia seguinte, corte os galhos e coloque-os em uma bandeja de papelão.

. Cubra os galhos e deixe-os secar, em local ventilado, por 15 dias.

. Destaque as folhas, triture-as e ponha em vidros escuros.

. Identifique o vidro, com uma etiqueta, mencionando o nome da erva e a data. Ervas desidratadas duram até seis meses!

. Na hora de usar, utilize metade da erva fresca e metade da estocada – depois de secas, ganham um sabor mais acentuado. Ah, nunca desidrate manjericão, salsinha e cebolinha, pois perdem o gosto!

Nenhum comentário: