Levante a sua auto-estima

07:47 Posted by: Denise Helena 0 comments

Ela é a nossa maior aliada para obter sucesso na vida. E não há limite de idade para conquistá-la!
Elegância e talento são qualidades associadas à imagem de Christiane Torloni. Porém, assim como todos nós, ela já enfrentou altos e baixos em sua auto-estima. "Ninguém está livre de problemas", afirma a atriz. "Hoje, posso garantir que me conheço bem para identificar minhas quedas. Para obter meu equilíbrio espiritual, costumo andar de bicicleta, praticar ioga e meditar, conta.
Mas, afinal, o que é essa tal de auto-estima, também chamada de amor-próprio? Para a psicóloga Edina Bom Sucesso, de Belo Horizonte, autora do livro Auto-estima e Felicidade (ed. Quality Mark), é o modo como uma pessoa se sente em relação a si mesma. "É o juízo que cada um faz de si, o quanto gosta de sua própria pessoa", explica. E ela afirma com todas as letras: "A auto-estima equilibrada é um ingrediente fundamental da felicidade."

A genética explica

Por incrível que pareça, os cientistas garantem que parte do amor que uma pessoa sente por si mesma é determinada pela genética. Assim como ter olhos castanhos ou azuis, você herda dos seus pais a predisposição para ser mais ou menos feliz consigo mesma. Isso ajuda a explicar por que irmãos criados da mesma maneira muitas vezes têm auto-estima bastante diferente.

Segundo os psicólogos, a auto-estima elevada funciona como uma barreira emocional que determina a forma como lidamos com as dificuldades. E ajuda até a prevenir doenças. Asma e gastrite são males recorrentes em pessoas com baixo nível de amor-próprio, diz Edina. Isso sem falar na depressão. Afinal, a sensação de incapacidade é um dos aspectos que podem tornar alguém depressivo.

A boa notícia é que podemos desenvolver a auto-estima em qualquer idade, mantendo-a elevada para sempre. "Trata-se de um treinamento diário, que depende unicamente de nosso esforço pessoal."

Saiba como fortalecer sua auto-estima e mantê-la sempre lá em cima.

Autoconhecimento
"Conhece-te a ti mesmo. Essa frase, dita pelo filósofo grego Sócrates mais de 400 anos antes de Cristo, deve ser repetida como um mantra. Se você conhecer seus pontos fortes e trabalhar suas fraquezas diante dos fatos da vida, conseguirá fortalecer sua auto-estima, diz a psicóloga.

Auto-aceitação
Examine seu passado. Assim, você perceberá que alguns erros podem ser corrigidos e outros não. Ao se deparar com o que não pode ser mudado, o melhor a fazer é aceitar a situação. "Assuma a responsabilidade por seu comportamento, admita os erros e leve em conta os sentimentos do outro.

Auto-respeito
Vá em busca de sonhos realizáveis. Sua meta é comprar um carro? Batalhe por um modelo que caiba no seu bolso, não o importado pelo qual você não poderá pagar. Respeitar não é ceder ou insistir em condutas inadequadas. Não aceite o assédio do chefe, por exemplo. Faça escolhas sensatas e aja!

11 dicas para aumentar sua auto-estima
Ela deve ser tratada sempre para se manter elevada

1. Agradeça pelo que tem
Faça uma lista das coisas boas da sua vida uma casa confortável, filhos saudáveis, um marido companheiro, um emprego bacana. Tudo isso vai ajudar você a refletir sobre o que conquistou e o que planeja para o futuro.

2. Fale com a família e os amigos sobre suas realizações
Um estudo da Associação Americana de Psicologia concluiu que comentar o próprio sucesso com pessoas queridas ajuda a reforçar a autoconfiança e a elevar o otimismo.

3. Ria de si mesma
Não leve tudo a ferro e fogo e não se leve tão a sério! Às vezes, dar risada das situações difíceis é a melhor forma de solucioná-las. Lembre-se: bom humor é um sinal claro de auto-estima.

4. Enxergue a realidade sem exageros
Não faça drama: encare seus problemas sem aumentá-los. Mas não os diminua, fazendo de conta que não existem. O meio-termo é o melhor caminho. Uma tarefa que não saiu perfeita desta vez pode ser melhorada no futuro.

5. Valorize seu corpo
Ame cada centímetro do seu corpo — ainda que haja mais centímetros do que você gostaria. E se você não estiver satisfeita com o espelho? Há muitas soluções possíveis: malhar, fechar a boca, fazer um tratamento... Só não vale ficar apenas reclamando, sem tomar nenhuma atitude concreta!

6. Basta-se
Aprenda a ser feliz sem depender dos outros. Quem gosta de si não dá muita bola para os momentos de solidão. Escolha um programa que lhe agrade (cinema, praia, caminhada) e vá sozinha.

7. Conheça seus pontos positivos
Faça uma lista com suas principais qualidades. Quando alguém criticar você, recorra a essa lista para lembrá-lo de suas virtudes.

8. Preserve as amizades
Preserve as boas e antigas amigas aquelas que lhe puxam a orelha quando necessário mas sem lhe colocar para baixo. Um bom bate-papo pode ser terapêutico.

9. Invista em relacionamentos produtivos
Jamais namore um homem pelo qual não é apaixonada por acreditar que você não é capaz de conseguir algo melhor. E não se anule, fazendo apenas as vontades do parceiro e sufocando as suas.

10. Fuja das fofocas
Se você tem o péssimo costume de fofocar, vai achar que todas as suas amigas fazem o mesmo, falando mal de você pelas costas. Esse hábito enfraquece sua confiança nas pessoas. Deixe a vida dos outros de lado e valorize mais a sua.

11. Defenda suas opiniões
Deixe a timidez de lado. Todos gostam de vermelho, e você do amarelo? Mantenha seu ponto de vista.

Fonte: M de Mulher-Abril

Nenhum comentário: